Quanto tempo leva para uma muda de orquídea cattleya florir?

Quanto tempo uma muda de orquídea cattleya leva para florir?
Cattleya Amarela

Estive fora por alguns dias e quando cheguei em casa me deparei com essa grata surpresa. Essa bela cattleya é mais uma das orquídeas que comprei na promoção, já sem a floração, e que me presenteou com belas e perfumadas flores.

Quem acompanha o blog já viu quantas surpresas compartilhei por aqui rs, e o melhor de tudo é que a cada nova floração fico também cada vez mais entusiasmada com esse tipo cultivo.

Catléia amarela perfumada  orquídea
Cattleya amarela perfumada

Mas quanto tempo uma muda de orquídea cattleya leva para florir? Esse exemplar adquiri em novembro de 2016, e ela está florindo agora em março de 2018, quase 1 ano e seis meses para a floração. Como ela já teve esse tempo para se adaptar, deve florir novamente no verão do ano que vem. Algumas orquídeas florescem mais de uma vez ao ano, mas ainda não posso estimar se vai ser o caso deste exemplar, só o tempo poderá dizer.

Bulbo de orquídea
Bulbo de catléia

A foto acima mostra o novo bulbo nascendo, cada novo bulbo gera uma nova floração. Nesse caso, o bulbo gerou duas flores, mas aqui mesmo no jardim, um outro exemplar de cattleya gerou uma única flor na primeira floração, e quatro meses depois, o mesmo exemplar, gerou duas flores no novo bulbo. Acredito que quanto mais adaptada a planta estiver mais abundante será a floração. Quando disse "primeira floração", quis dizer a primeira floração aqui no jardim, porque quando comprei, ela já tinha outros 5 bulbos e com certeza estava florida quando foi levada para a loja em que a adquiri.

Raízes de catléia orquidea
Raízes de catléia

Os cuidados que tenho com ela são praticamente os mesmos que tenho com as outras orquídeas aqui do jardim. O substrato é composto basicamente por cascas de pinus, e em menor quantidade, carvão e musgo sphagnum. Por falar em musgo, esse vaso em que ela está no momento é de PET, segura bastante umidade, e o musgo vivo se desenvolveu bastante nesse exemplar. Aproveito e já deixo o convite para que leiam o próximo post onde vou falar um pouco mais sobre esse musgo e as observações que fiz dele em relação ao cultivo das orquídeas.

Rega da cattleya
Rega da cattleya

Já as regas, em relação as outras orquídeas aqui do jardim, foi diminuída. Essa mudança se deu por conta da observação do tal do musgo verde, e acabo de dar um "spoiler" do próximo post rs. Como o musgo estava se desenvolvendo muito, percebi que a umidade para a orquídea poderia estar um pouco além do ideal, e assim, diminuí as regas. Logo depois da mudança os pendões florais começaram a surgir do bulbo.

Cattleya de flores perfumadas
Cattleya de flores perfumadas

Por aqui a adubação é feita mais ou menos de 15 em 15 dias, isso porque às vezes esqueço de adubar e elas ficam até mais de um mês sem receber essa adubação. Mas essa "falta" de adubo é só por minha parte porque a natureza se encarrega da principal adubação, a minha é só um suplemento. Como adubo, uso combos de orgânicos como cinzas de madeira e esterco animal curtido. E no momento, também alterno com o Forth Orquídeas manutenção e floração, de acordo com a fase em que a orquídea está passando.

O post de hoje me trouxe muitas ideias para os próximos posts, além do musgo verde, vou fazer também um post contando os critérios que uso para saber qual o tipo de adubo e o momento certo para adubar cada exemplar.

Veja também em vídeo!




Continue lendo para saber mais sobre:

Siga o Jardinet nas redes sociais e fique por dentro das novidades com várias dicas de cultivo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...