O que você deve saber antes de plantar sua orquídea no carvão

O que você deve saber antes de plantar sua orquídea no carvão
O que você deve saber antes de plantar sua orquídea no carvão

Será que qualquer espécie de orquídea pode ser plantada no carvão? Se perguntassem a minha opinião, a resposta seria; não. 

Quando vi esse tipo de cultivo pela primeira vez, logo quis testá-lo. A ideia de ter minhas orquídeas cultivadas num substrato de qualidade, fácil acesso e baixo custo parecia algo maravilhoso. Afinal, quem não quer ter plantas bonitas e saudáveis com todas esses benefícios rs.

E a escolhida da vez foi a pobrezinha da minha oncidium. Pobrezinha não só por conta do carvão, que por sinal não deu certo por muito tempo, mas também porque eu já havia feito outros testes com essa espécie. Ela veio num vaso de plástico e então a replantei no vaso autoirrigável de garrafa PET, depois num vaso de plástico transparente com substrato de carvão e enfim, para minha alegria e também a dela, replantei-a numa árvore do jardim. Em breve, ela que já se desenvolveu bastante e ostenta uma bela haste floral, estará florida, e então eu volto com um super post sobre essa espécie que na minha opinião é uma guerreira!

Mofo nas raízes da oncidium
Mofo nas raízes da oncidium

Mas voltando à história do substrato de carvão... Não é que ele seja de todo ruim, inclusive eu ainda uso o carvão numa proporção de cerca de 10% na composição de vários de meus substratos. O problema foi usar o carvão sozinho para uma espécie que gosta de umidade constante. Mas ainda assim, mesmo para espécies que preferem um substrato mais seco, não usaria mais o carvão puro. Fica a dica rs.

E as regas? Se eu regasse todos os dias não resolveria o problema? A resposta também é não. Porque por mais que eu regasse, duas ou até várias vezes ao dia, quando veio a época da seca a planta não apresentava mais os sinais de melhora. Ela ficou bem por um tempo, como mostro no vídeo no final deste post, mas nada comparado ao plantio na árvore. Eu não posso afirmar que o cultivo da oncidium ou qualquer outra espécie de orquídea no carvão é algo impossível, até porque em algumas regiões de clima muito úmido por exemplo, esse tipo de substrato poderia até ser uma possível solução. O jeito é testar.

Oncidium com bulbos ressecados
Oncidium com bulbos ressecados

Na foto acima está o exemplar com as raízes lavadas, usei uma escovinha de dente velha para auxiliar na limpeza. É possível notar como os bulbos estão bastante ressecados, diferente da foto abaixo onde podemos ver os novos bulbos já bem hidratados. Nessa foto também, vocês podem reparar que ainda tem alguns pedacinhos de carvão grudados nas raízes, mas isso não é um problema.

Atrás desse bulbo que está bem vistoso tem um outro bulbo que nasceu quando a orquídea ainda estava no carvão, aí você vai me perguntar: -Se haviam nascido bulbos novos então qual foi o problema? O problema foi a mudança no clima. Enquanto o clima estava chuvoso, a planta se desenvolveu, e eu achei que estava indo tudo muito bem. Mas foi então que veio a seca, como mencionei nos parágrafos anteriores e isso fez toda a diferença. Quando percebi que os bulbos novos estavam começando a secar, a minha esperança foi que o replante para a árvore, pudesse ser a solução.

Oncidium replantada na árvore
Oncidium replantada na árvore

Se depois dessas informações você ainda quiser fazer o teste com suas orquídeas, vou deixar algumas dicas, para sanar as dúvidas que vocês possam vir a ter.

Há necessidade de lavar ou fazer algum tratamento especial no carvão? Eu não diria que é bem uma necessidade, mais é legal lavar e até deixar o carvão de molho em água limpa por alguns minutos. Não por causa do carvão em si, mas nunca se sabe se o deixaram em contato com alguma substância que possa vir a prejudicar as plantas.

Como é feita a rega das orquídeas no carvão? Isso vai depender da espécie, mas aqui eu regava pela imersão em balde com água ou com o regador. Mas no caso da oncidium, a solução mesmo foi passar a planta para a árvore. Já vi na internet alguns casos de sucesso do cultivo da oncidium em vasos, mas por aqui, elas vão ficar mesmo em seu habitat natural, ou seja, nos troncos das árvores.

No vídeo abaixo mostro o passo-a-passo do replante no carvão



Continue lendo para saber mais sobre:

Siga o Jardinet nas redes sociais e fique por dentro das novidades com várias dicas de cultivo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...