Framboesa-negra - A frutífera que atrai beija-flores e outros pássaros para o jardim

Rubus niveus, framboesa mysore, raspberry-de-mysore e do-morro
Framboesa-negra ou amora-branca - Missouri

Os passarinhos sempre fazem uma verdadeira festa aqui no jardim. E quanto mais espécies eu cultivo, mais espécies de pássaros, abelhas e borboletas vão surgindo por aqui. Ano passado, e eu considero isso como um presente, os mesmos pássaros trouxeram sementes de framboesa-negra para o jardim. De repente, esse arbusto muito curioso e cheio de espinhos começou a tomar contar de todos os vãos do piso ao redor da casa.

A primeira muda nós arrancamos, pois pensávamos que era mato. Mas por coincidência, eu que já estava à procura de uma muda de framboeseira, descobri que o tal mato poderia ser a frutífera que eu tanto queria. E foi uma tristeza só, mas os passarinhos não quiseram ver a minha aflição por muito tempo e trataram logo de trazer muitas outras mudas rss...

Folhagem da Framboesa-negra

E desta vez, cuidei dela com muito cuidado, mas logo descobri que se tratava de uma espécie muito rústica e que se alastra com facilidade. Suas ramas, que ultrapassam os três metros de comprimento, e a parte de baixo das folhas têm espinhos. Eles agarram e perfuram a pele com facilidade, então o ideal é manter o cultivo em locais pouco acessados do jardim. Já as regas, só são necessárias nos períodos de estiagem, entre 1 à 2 vezes por semana já são suficientes.

Floração da Framboesa-negra

Cerca de 10 meses depois que fiz o transplante, começou a floração. Após a abertura da flor, levaram exatamente 31 dias para que as framboesas estivessem maduras e prontas para a colheita. Um detalhe interessante que percebi nessa fase, é que as galhas que recebem mais sol são as mais produtivas. Aqui o arbusto pega sol direto na parte da manhã e bastante luz indireta nas outras horas do dia. Também tentei plantar num local sombreado, sob a copa de uma árvore, mas nessas condições de luz a planta não está se desenvolvendo bem.

Frutificação da Framboesa-negra

O sabor dos frutos lembra muito o da amora, só que um pouco menos adocicados. Eles vão se formando nas pontas dos galhos em formato de cachos. É interessante deixar os frutos mais próximos do chão para os pássaros já que eles são apaixonados por essa frutífera e assim não danificarão os outros frutos.

Dentro dos frutos encontram-se as sementes, que segundo as pesquisas que fiz são dispersadas principalmente pelos pássaros. Atualmente estou fazendo experiências com a germinação e assim que tiver um resultado volto com um post mostrando todos os detalhes do processo!

Agora também em vídeo!


Continue lendo para saber mais sobre:


Siga o Jardinet nas redes sociais e fique por dentro das novidades com várias dicas de cultivo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...