Compostagem doméstica em garrafa PET


Mini composteira doméstica em garrafa PET

Falta de espaço não é mais desculpa para quem quer reciclar o lixo orgânico e obter um composto fantástico para cultivar suas plantas!


O processo é bem simples e leva cerca de 2 meses até que o resíduos estejam prontos para o uso. Além do composto, o líquido liberado no processo (chorume) ainda pode ser usado como fertilizante na adubação das plantas. Para ver o passo-a-passo do uso do chorume clique aqui.

Folhas secas para balancear o composto

Os resíduos que utilizo na compostagem em pets são os mesmos que utilizo nas outras compostagens, a única diferença entre elas é o volume comportado pelo recipiente. Se você ainda não viu o artigo que publiquei sobre compostagem pode ver clicando aqui.

Os resíduos são os mesmos...
Restos e cascas de frutas, verduras e legumes. Filtros e borra de café, grãos, sementes e saquinhos de chá usados. Casca de ovos, quebre-as grosseiramente para acelerar o processo de decomposição.

O que também evito ou uso pouco
Restos de comida, por causa do sal e da gordura, e cascas de frutas cítricas como laranja e abacaxi.

O que não podemos utilizar
Carnes, leite e derivados, alimentos gordurosos, casca de limão, papéis com tinta e serragem de madeira envernizada ou pintada. Esse tipo de resíduo, além de atrair insetos e roedores ainda prejudica as minhocas caso elas estejam no composto.

Qual a proporção ideal entre os resíduos secos e úmidos?
A proporção de resíduos que você coloca na pet é que será responsável pela estabilidade do composto. Um composto estável não cheira mal e não atrai insetos. Para cada parte de material úmido você deve adicionar duas partes de material seco. Respeitar estas proporções é fundamental para o sucesso da compostagem.  

Como fazer a montagem?
Você pode intercalar os resíduos úmidos com terra e folhas secas, sendo as folhas a última camada. Se fizer desta forma, quando o composto estiver pronto nem vai precisar adicionar mais terra para o cultivo.

A coleta do chorume 
Nessa composteira não furei a tampa da garrafa, prefiro esperar juntar um pouco do chorume e então abro a tampa e já misturo no regador com a água. Se a tampa fica furada o chorume vai sendo liberado aos poucos e se a vedação não for boa, o mau cheiro pode atrair insetos. Para ver mais dicas sobre a utilização do chorume clique aqui.

Substrato pronto para o uso

Uma dica interessante também é adicionar cinzas de madeira ao composto. As cinzas, além de enriquecer o substrato, ainda vai ajudar a balancear o pH. Para ver o artigo com todas as dicas para a utilização das cinzas clique aqui.

Veja também o vídeo da compostagem!



Continue lendo para saber mais sobre:


Siga o Jardinet nas redes sociais e fique por dentro das novidades com várias dicas de cultivo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...