Romãzeira anã - Punica granatum nana

Detalhe da flor da romãzeira anã

Considerada por muitos como símbolo de sorte e prosperidade, a romãzeira sempre esteve presente nos jardins. Além de sua beleza e rusticidade a frutífera ainda se destaca por suas propriedades medicinais e seus frutos de sabor exótico e adocicado.

Romã, o fruto da romãzeira anã

A romãzeira deve ser cultivada sob sol pleno, em solo rico em matéria orgânica e bem drenado. Depois de estabelecida só precisa ser regada em períodos de estiagem. A romãzeira se multiplica por estaquia ou sementes e também é atrativa para beija-flores.

Beija-flor-tesoura na romãzeira anã

A espécie tradicional chega a 6 m de altura, mas há no mercado a variedade anã com 90 cm de altura. Todas as espécies são muito ornamentais e semidecíduas, ou seja, perdem parte de suas folhas no inverno.

Romãzeira anã - Punica granatum nana

Cultive-a isolada como árvore de destaque no jardim. As espécies que estiverem plantadas em vasos devem ser regadas com mais regularidade.

Continue lendo para saber mais sobre:


Siga o Jardinet nas redes sociais e fique por dentro das novidades com várias dicas de cultivo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...