Combate às principais pragas no jardim

Combate às pragas no jardim
Combate às pragas no jardim

A melhor forma de proteger seu jardim das pragas é manter as suas plantas saudáveis. E a melhor forma de conseguir isto é conhecendo as necessidades específicas de cultivo de cada uma delas...

E é bom lembrar que as pragas nem sempre são um problema, o problema é quando elas estão em excesso. Quando a planta está fora de suas condições ideais de cultivo como luz, calor, solo e umidade adequadas ou outros fatores como estresse hídrico, floração e frutificação excessiva também podem enfraquecer a planta e deixá-la mais suscetível ao ataque.

Então ao detectar um ataque de pragas no jardim primeiro elimine-as e depois busque informações mais precisas sobre o cultivo da espécie que foi atacada para que você possa tomar as providências.

Agora vamos à identificação de algumas pragas de jardim e as medidas que você pode tomar para eliminá-las...

Formiga cortadeira

Formigas cortadeiras - Elas devoram um exemplar em apenas uma noite, quando elas aparecem uso o "MIREX" e acabou-se a preocupação com as formigas pelo menos até a primavera seguinte...

Pulgões

Pulgões - Alguns são tão pequenos que só percebemos o ataque quando a planta já está debilitada. Eles podem ter tamanhos e cores variadas, geralmente são verde fluorescente e atacam principalmente os brotos e botões florais. Para combater o pulgão uso a calda de fumo ou óleo de neem que são vendidos em lojas do ramo. Uma dica para suspeitar do ataque dos pulgões é observar formigas passeando na planta, elas se alimentam de uma substância açucarada que os pulgões produzem. As joaninhas são predadoras naturais dos pulgões. Para ver mais sobre o defensivo contra pulgões clique aqui.

Cochonilha-branca

Cochonilhas -
Depois das formigas acho que são as piores, elas se instalam no caule das plantas e sugam a seiva. Em alguns casos se instalam nas raízes e é difícil detectar o problema. Para combater as cochonilas também uso a calda de fumo ou o óleo de neem. As formigas também são "amigas" das cochonilhas então ao ver formigas passeando na planta desconfie!

Oídio


Oídio - É um pozinho branco e pegajoso que cobre as folhas da roseira. Os defensivos recomendados para o oídio são o enxofre (vendido nas casa do ramo) e o leite de vaca cru. Mas foi a mudança para um local com sol pleno, a adubação com esterco bovino e regas regulares sem encharcar que deram fim no oídio por aqui, ou seja, seguir as regras de cultivo da espécie foi o melhor remédio! Para ver mais detalhes sobre o oídio clique aqui.

Lagarta minadora

Lagarta minadora - Esses "caminhozinhos" esbranquiçados nas folhas são feitos pelas lagartas minadoras. Geralmente o ataque não é muito grande, e basta retirar as folhas contaminadas para resolver o problema. Mas se as folhas estiverem muito atacadas, então é interessante preparar um defensivo para controlar a praga.

A receita que vou passar hoje é totalmente orgânica e muito eficiente no combate da lagarta. Para a preparação do defensivo você vai precisar de 250 g de flores secas de crisântemo e 1 l de álcool. Bata as flores secas com o álcool no liquidificador, coe e guarde num pote limpo e com tampa. A solução deve descansar por 24 h para estar pronta para uso e depois de pronta dura em média 3 meses. Para fazer a aplicação basta colocar o líquido num borrifador e aplicar sobre as folhas afetadas.

Observação: A calda de fumo é um defensivo natural e também é eficiente no combate de lagartas, ácaros e moscas brancas.

Continue lendo para saber mais sobre:


Siga o Jardinet nas redes sociais e fique por dentro das novidades com várias dicas de cultivo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...